International Seven Journal of Multidisciplinary
##common.pageHeaderLogo.altText##
##common.pageHeaderLogo.altText##

e-ISSN: 2764-9547



Contato

  • Seven Publicações Ltda CNPJ: 43.789.355/0001-14 Rua: Travessa Aristides Moleta, 290- São José dos Pinhais/PR CEP: 83045-090
  • Contato Principal
  • Nathan Albano Valente
  • (41) 9 8836-2677
  • contato@sevenpublicacoes.com.br
  • Contato para Suporte Técnico
  • contato@sevenpublicacoes.com.br

Condição física, autoestima global e rendimento académico na adolescência

Francisco Nunes Guilherme J;
Alexandra Ramalho de Sena Martins C;
Cristina de Oliveira Salgados Nunes M;
Neves de Jesus S

José Francisco Nunes Guilherme

Carla Alexandra Ramalho de Sena Martins

Maria Cristina de Oliveira Salgados Nunes

Saúl Neves de Jesus


Palavras-chave

Adolescence
Global self-esteem
Physical condition
Academic performance
Sex.
Adolescência
Autoestima global
Condição física
Rendimento académico
Sexo.

Resumo

Conhecer melhor a autoestima global dos adolescentes, saber como a autoestima global e os diferentes níveis de condição física se relacionam; saber como a autoestima global se relaciona com o sexo masculino versus feminino. E determinar como a autoestima global está associada com o rendimento académico, de acordo o sexo e idade, constitui tarefa importante e pertinente no atual contexto escolar.A amostra do presente estudo é constituída por 1327 participantes, 711 do sexo feminino (53,58%), com idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos. A condição física foi avaliada mediante o Fitnessgram; o rendimento académico através da média aritmética das disciplinas e a autoestima global pela escala da autoestima global de Rosenberg (1965), adaptada por Romano, Negreiros e Martins (2007). Verificou-se que não existe relação estatisticamente significativa entre os diferentes grupos de condição física e a autoestima global, no global da amostra e em ambos os sexos. No global da amostra, a autoestima global não está associada significativamente ao rendimento académico. No sexo masculino, a correlação é significativa, positiva e fraca. No sexo feminino, a correlação não é significativa.  A autoestima global não está relacionada com a idade, no total da amostra e em ambos os sexos.A autoestima dos participantes do sexo masculino diferencia-se estatisticamente de forma significativa do sexo feminino.


  • José Francisco Nunes Guilherme
  • Carla Alexandra Ramalho de Sena Martins
  • Maria Cristina de Oliveira Salgados Nunes
  • Saúl Neves de Jesus