Os jogos e a saúde de crianças com Síndrome de Down

Autores

  • Edson Swendsen Ferreira da Rocha
  • Maria Eduarda Bezerra Lacerda-Swendsen
  • Pierre Normando Gomes-da-Silva

Palavras-chave:

Jogos, Saúde, Síndrome de Down.

Resumo

O jogar é universal e sua tematização é essencial. Vividos, explorados e sentidos, estão presentes principalmente na infância como diversão, favorecendo a exploração da imaginação e criatividade, a interação social, o aprendizado, a expressão de sentimentos e emoções. Para as crianças que nascem com Síndrome de Down e apresentam características como comprometimento cognitivo, atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor e limitações para a comunicação, o jogar se apresenta como uma estratégia poderosa para o seu desenvolvimento. Nessa perspectiva, o presente estudo tem o objetivo de sistematizar o conhecimento publicado em revistas brasileiras, sobre a utilização de jogos com crianças com Síndrome de Down. Trata-se de uma revisão bibliográfica da literatura cujo levantamento dos dados foi realizado nas seguintes bases: Scielo, Lilacs e Google Scholar. O recorte temporal foi os anos de 2018 a 2023 e o idioma selecionado foi o português. Foram selecionados 08 artigos originais para a análise qualitativa. Concluímos que existem evidências concretas e positivas sobre a importância da utilização de jogos no desenvolvimento cognitivo, motor, de aprendizagem e socialização de crianças com Síndrome de Down.

DOI: https://doi.org/10.56238/homeIVsevenhealth-047

Downloads

Publicado

2024-06-10