Gestão dos resíduos sólidos urbanos da cidade de Manaus-AM. Caracterização térmica visando geração de energia e fim dos aterros e lixões a céu aberto

Autores

  • Melquizedec Arcos Rodrigues
  • Kamal Abdel Radi Ismail
  • Fátima Aparecida de Morais Lino
  • Inácia Oliveira de Azevedo

Palavras-chave:

Resíduos sólidos urbanos, Incineração de resíduos, Recuperação de energia, Geração de energia sustentável, Potencial energético dos resíduos sólidos

Resumo

Com uma população de dois milhões de habitantes, Manaus – AM tem passado por um desenvolvimento industrial considerado e consequente desenvolvimento urbano, resultando no aumento significativo da necessidade de energia urbana e no controle dos resíduos gerados. Todo o resíduo sólido urbano (RSU) é atualmente depositada em aterro, causando problemas de saúde à população, contaminação dos solos, dos rios, das águas subterrâneas. Este artigo propõe o uso da incineração para recuperar energia de resíduos sólidos urbanos para produzir energia elétrica na região metropolitana de Manaus -AM. Foram realizados ensaios de caracterização energética dos RSU coletados de vários bairros da cidade, tais como: ensaios de gravimetria, termogravimetria (TGA), análise imediata, análise elementar e poder calorífico superior (PCS). Por último foi determinado o poder calorífico inferior (PCI). Os percentuais elevados de materiais recicláveis, acima de 50%, combinado com valores de PCI, apresentando valores entre 15.000 e 19.000 kJ/kg nos dias secos, poder calorífico equivalentes aos combustíveis catalogados na bibliografia como Linhita, Lenha seca em estufa e Cascas de coco (17.000 kJ/kg), Carvão mineral, (15.000 KJ/Kg), mostraram-se promissores em uma futura tomada de decisão para tratamento dos RSU por incineração.

 

DOI:https://doi.org/10.56238/sevenIengineering-043

Downloads

Publicado

2024-05-08