Obtenção de um lubrificante biodegradável pela epoxidação etílica do óleo de girassol

Autores

  • Vinicius Sousa Souto
  • Fernando Alves da Silva
  • Fabrine Martins Vieira
  • José Carlos Oliveira Santos

Palavras-chave:

Lubrificante biodegradável, Óleos lubrificantes, Óleo de girassol

Resumo

Os óleos lubrificantes, derivados do petróleo, desempenham um papel crucial no panorama industrial, visando a redução do desgaste resultante do atrito entre peças metálicas. Predominantemente, os lubrificantes minerais constituem a escolha comercial mais difundida globalmente, representando uma composição intricada de hidrocarbonetos parafínicos, olefínicos, naftênicos e aromáticos, contendo entre 20 a 50 átomos de carbono. Esta complexa mistura resulta da combinação de dois componentes principais: o óleo básico, extraído no processo de refino do petróleo, e os aditivos químicos, responsáveis por alterar, preservar e intensificar as propriedades físicas e químicas do produto. Embora exibam uma maior estabilidade à oxidação e um custo mais acessível em comparação a outros lubrificantes, os lubrificantes minerais também se destacam por sua baixa biodegradabilidade, além de liberarem materiais tóxicos no meio ambiente (Karmakar et al., 2017).

 

DOI:https://doi.org/10.56238/sevenIengineering-040

Downloads

Publicado

2024-05-07